Equipe só sairá para diligência se tiver ao menos três agentes, diz Sinpol.
Eles pedem contratações; Ocorrência e investigação podem parar na terça.

Do G1 DF

Fachada da 5ª Delegacia de Polícia Civil do Distrito Federal, que recebeu faixas alertando para o déficit no quadro da corporação (Foto: Raquel Morais/G1)Fachada da 5ª Delegacia de Polícia Civil do Distrito Federal; em abril, prédio recebeu faixas alertando para o déficit no quadro da corporação (Foto: Raquel Morais/G1)

Policiais civis do Distrito Federal decidiram em assembleia nesta quinta-feira (21) que darão início a uma “operação padrão” a partir desta sexta (22), em um protesto por melhores condições de trabalho. Segundo o sindicato da categoria, os agentes só vão deixar as delegacias para diligências, capturas e localização de veículos roubados, por exemplo, se houver pelo menos três policiais na viatura.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol-DF), Rodrigo Franco, afirmou em entrevista à TV Globo que a exigência é o padrão ensinado na Academia de Polícia. Segundo ele, a realidade nos plantões das delegacias é precária, com três ou quatro policiais para cumprir todas as funções, o que dificulta as diligências externas.

Leia mais…

Mudanças no modelo de gestão, com autonomia para as regionais de saúde realizarem compras, foram defendidas como medidas prioritárias e urgentes para se enfrentar a crise no atendimento aos pacientes que buscam a unidades de saúde no DF. O apelo foi um consenso entre os participantes da audiência pública que a Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle da Câmara Legislativa realizou na manhã desta quinta-feira (21), para analisar o relatório de gestão fiscal da Secretaria de Saúde do DF, referente ao terceiro quadrimestre de 2014. O documento foi exposto, com detalhes, pela subsecretária da Saúde, Leila Gottems, que apontou gastos de quase R$ 7 bilhões naquele ano e comprovou que há carência de mais de três mil leitos hospitalares na rede pública.

Leia mais…

Unificação de políticas públicas de segurança, criação da polícia penal, aumento do corpo de servidores, planejamento da infraestrutura carcerária estão entre as reivindicações dos sindicalistas.

Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados
Audiência Pública

Parlamentares e representantes sindicais divergiram, nesta quinta-feira (21), sobre a parceria público-privada como forma de aumentar o volume de investimentos e de servidores penitenciários no sistema carcerário.

Eles participaram de audiência pública realizada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Sistema Carcerário Brasileiro.

Leia mais…

Da Redação |

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou nesta quinta-feira (21) o Projeto de Lei do Senado (PLS) 288/13, de autoria do presidente do colegiado, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que estabelece uma nova Lei de Migração para o país. Como destacou o relator, Ricardo Ferraço (PMDB-ES), o projeto — aprovado na forma de substitutivo — é mais adequado ao espírito do século 21, da globalização, enterrando o “entulho autoritário” representado pelo Estatuto do Estrangeiro.

Leia mais…

Laycer Tomaz/Câmara dos Deputados
Audiência pública com o tema: Família - Desafios e Atualidades
Comissão que analisa o projeto do Estatuto da Família realizou audiência pública para debater o tema

Debatedoras pediram nesta quinta-feira (21) a aprovação do Estatuto da Família (PL 6583/13) para garantir a defesa da entidade formada por homem e mulher. O assunto foi debatido em audiência da comissão especial que discute a proposta.

Leia mais…

O desembargador convocado Newton Trisotto, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou pedidos de liminar em habeas corpus impetrados em favor de Nestor Cerveró, Mário Frederico de Mendonça Goes e Adir Assad, todos investigados no âmbito da operação Lava Jato, que apura corrupção na Petrobras. A defesa dos três pretendia a revogação da prisão preventiva.

Trisotto afirmou que estão presentes nesses casos os pressupostos autorizadores da prisão preventiva, pois a decretação da medida se baseou em fatos concretos observados pelo juiz da instrução criminal.

Leia mais…